Guia do Paciente: Dúvidas antes da Primeira Consulta

Guia do Paciente e do Acompanhante
Guia do Paciente e do Acompanhante para o Melhor Resultado
19 de fevereiro de 2020
Guia do Paciente e do Acompanhante: dúvidas no dia da primeira consulta
Guia do Paciente: Dúvidas no dia da Primeira Consulta
19 de fevereiro de 2020
Exibir tudo

Guia do Paciente: Dúvidas antes da Primeira Consulta

Guia do Paciente e do Acompanhante: dúvidas antes da primeira consulta

Faça o Melhor Tratamento Possível: Esclareça as Principais Dúvidas antes da Primeira Consulta.

Por Dr. Marcionilo Laranjeiras, Psiquiatra

Conforme prometido em nosso primeiro post sobre o Guia do Paciente e do Acompanhante para o Melhor Resultado, trazemos a primeira parte deste guia, que visa ajudar pacientes e acompanhantes sobre possíveis dúvidas que possam surgir antes da primeira consulta.

Primeiramente, é importante que, antes dela, você se informe, se organize, evite contratempos e conte com ajuda de pessoas de confiança.

OBJETIVO: CHEGAR A TEMPO E ORGANIZADO

Objetivo: chegar a tempo e organizado.

Dúvidas sobre a primeira consulta. O objetivo é chegar a tempo e organizado.


1 – COMO COMEÇAR? MARQUE A CONSULTA.

Como começar: marque a consulta.

Para começar, você deve marcar sua consulta.

Frequentemente, o paciente apresenta tantos sintomas e problemas que se sente confuso sobre como iniciar seu tratamento. Sendo assim, recomendamos que você marque consulta e fale com nossa secretária. Faça uma lista de queixas, doenças e problemas. Escreva num papel e traga no dia da consulta.

2 – E SE ESQUECER A CONSULTA?

Lembraremos sua consulta no dia anterior.

A secretária confirmará sua consulta no dia anterior!

É comum o paciente esquecer seus compromissos e, desse modo, acumular problemas na sua vida. Mesmo assim, marque sua consulta. Nossa secretária confirmará data e hora da sua consulta no dia anterior. Porém, caso não possa comparecer, avise com 24 horas de antecedência para disponibilizarmos seu horário para outra pessoa.

3 – E SE CONFUNDIR O TRAJETO?

Saia mais cedo de casa e use seus aplicativos favoritos para o trajeto.

Para chegar no horário, saia mais cedo de casa e use um aplicativo para o trajeto.

Frequentemente a ansiedade alta leva a confusões e erros de trajeto. Embora outros agravantes, como os dias de chuvas ou vésperas de feriados deixem o trânsito imprevisível, é possível se organizar. Por isso, saia mais cedo de casa, entre no seu aplicativo de trânsito e veja quanto tempo levará para chegar.

4 – ONDE ESTACIONAREI?

Possuímos estacionamento para os pacientes e acompanhantes.

A clínica conta com estacionamento gratuito.

A clínica dispõe de estacionamento gratuito. Dessa forma, você pode vir tranquilo(a).

5 – LEVAREI MEUS EXAMES ANTIGOS?

Você pode levar seus exames dos últimos 6 meses.

Você pode trazer exames antigos de 6 meses, ou mais tempo para casos específicos.

Na consulta, solicitaremos exames laboratoriais de rotina e de imagem, a fim de identificar o seu quadro. Mostre na consulta os resultados de exames dos últimos 6 meses ou exames mais antigos se alterados significativamente, mesmo sem relação com a queixa atual.

6 – NÃO VOU CONSEGUIR CHEGAR. O QUE FAREI?

Você pode precisar de um acompanhante para sua consulta.

Você pode optar por um parente ou amigo para lhe acompanhar em sua primeira consulta.

O paciente, não raro, está tão com a cabeça tão desorganizada que receia que não chegará a tempo. Sendo assim, peça para um familiar ou amigo te acompanhar até a clínica. Nos momentos de crise, você necessitará sobretudo de esforço e ajuda extra.

7 – ESTOU SOFRENDO!

Se estiver sofrendo, peça ajuda para chegar a clínica.

Peça ajuda para um familiar ou amigo para chegar a clínica.

O paciente em crise costuma pensar em coisas ruins, como: “nunca conseguirei”, “não quero viver”, “nunca serei ajudado”, etc. Por isso, peça para um familiar ou amigo te acompanhar até a Clínica. Faça contato com nossa secretária e ela o colocará em contato com o médico para te orientar.

8 – ESTOU EM CRISE FORTE!

Para casos de crises fortes, entre em contato para falar com um profissional.

Em casos de crises fortes, entre em contato conosco para ser atendido por um profissional.

O paciente pode estar em crise com riscos importantes para si e/ou para pessoas próximas. Nestes casos, faça contato com nossa secretária e ela o colocará em contato com um profissional para te orientar.


Saiba mais sobre o Nosso Guia

Você pode acompanhar os próximos textos do nosso guia clicando nos links abaixo:

Para saber mais sobre a Núcleo de Atenção ao Desenvolvimento Humano, marcar sua consulta e conhecer nossas especialidades, acesse nosso site.

Pin It on Pinterest